Postura

Enviado por Estante Virtual em seg, 12/16/2013 - 01:13
Assim como certos pensamentos e emoções se expressam em característicos movimentos e posturas do corpo, igualmente, pelo processo inverso, posições do corpo tendem a induzir estados mentais e emocionais, e ajudar os estudantes a atingi-los. É uma questão de harmonizar o físico com os corpos superiores e com o jogo nele das forças externas da Natureza. 
 
No início da meditação o estudante pode adotar uma das duas posturas recomendadas por peritos no assunto; ele pode sentar-se em uma confortável cadeira de braços, cujo encosto não deve ser indevidamente inclinado; as mãos podem ser cruzadas e pousar sobre as pernas ou ficar suavemente sobre os joelhos; e os pés estarão postos juntos ou cruzados com o direito sobre o esquerdo. 
 
A posição deve ser cômoda e relaxada, a cabeça não deve cair sobre o peito mas inclinar-se levemente, os olhos e boca fechados, e, como foi sugerido por um afamado escritor indiano sobre o Yoga: a coluna vertebral, ao longo da qual há muito fluxo magnético, ereta. Ou ainda ele pode sentar em uma posição similar em uma poltrona, num banquinho junto ao solo, de pernas cruzadas, à moda oriental. O fechamento das extremidades do corpo também é recomendada para evitar o extravasamento de magnetismo, que é um fenômeno natural, pelas pontas dos dedos, pés, etc. A posição de pernas cruzadas é levemente mais eficaz de certos modos, uma vez que o magnetismo então liberado diz-se que se ergue em torno do corpo em um escudo protetor. Mas esta é uma postura excessivamente inconveniente para a maior parte das pessoas ocidentais, ao contrário do que no Leste, de onde a maioria de nossos modernos preceitos de yoga são originários; é a maneira natural de sentarem, e já foi assinalado com vivacidade por um autor que 'as dificuldades iniciais são muitas, mas são consideravelmente aumentadas por aqueles que pensam que é necessário assumir fantásticas posturas orientais para aborrecer o corpo, que deveria estar tranqüilo, se for para ser ignorado com sucesso'. (Meditações, de Alice C. Arnes) 
 
Uma posição que não deveria ser adotada, salvo em casos muito raros, é a deitada, pois sua tendência natural é induzir ao sono. Mais ainda, o cérebro não pode responder sincronicamente às vibrações mais elevadas dos corpos supra-físicos se a circulação do sangue for lenta, daí o valor de uma ducha fria ou uma caminhada ativa antes da prática matutina.
 

Outras páginas interessantes: