Os Raios do Aspecto e de Atributo

Enviado por Mauricio em qua, 03/02/2016 - 20:07
Sete Raios - Galáxia

Neste post vamos continuar a nossa análise dos Sete Raios, de acordo com o ensinado por Djwall Khull através dos livros escritos por Alice Bailey.

Hoje nosso foco será uma forma importante de agrupar os raios: os raios do aspecto e de atributo.

Os Raios do Aspecto

Os três aspectos da Divindade possuem uma relação bastante estreita com os sete raios, e em particular com os três primeiros.

Antes de mais nada, o que são esses três aspectos? DK os chama de Espírito, Alma e Corpo, ou Vida, Consciência e Aparência, mas certamente a tríade "Pai", "Filho" e "Espírito Santo" vai ser mais clara para muitos leitores. Esse assunto é complexo, extenso, e muito interessante, mas infelizmente fora do escopo desse artigo. Mas! Leitores interessados encontrarão um capítulo do livro "O Cristianismo Esotérico" de Annie Besant falando sobre a Trindade aqui no site, e o livro Psicologia Esotérica (Alice Bailey) tem bastante material sobre o tema.

Para os fins desse artigo, pensem na relação entre os três da seguinte maneira: a Vida assume uma Aparência, e através dela exprime uma Qualidade. O Espírito manifesta um Corpo, e essa "aparência vivificada" expressa a Alma. Essas formas de exprimir as relações são por demais simplistas, mas ajudam a colocar nosso raciocínio na direção correta.

O aspecto "Espírito/Vida/Pai" se relaciona com o primeiro raio (Poder e Vontade), o aspecto "Alma/Consciência/Filho" com o segundo (Amor e Sabedoria), e "Corpo/Aparência/Mãe (Espírito Santo)" com o terceiro (Atividade Inteligente). A tabela abaixo utiliza algumas palavras-chave para sumarizar esse tipo de relação:

1° Aspecto 2° Aspecto 3° Aspecto
Espírito Alma Corpo/Personalidade
Pai Filho Mãe (Espírito Santo)
1° Raio 2° Raio 3° Raio
Poder e Vontade Amor e Sabedoria Inteligência
Vida Qualidade Aparência
Shamballa Hierarquia Humanidade
Mente Emoções Corpo físico-etérico

Temos que tomar cuidado, porém, com um ponto muito comum de confusão: existe uma forte correspondência entre os aspectos divinos e os três primeiros raios, mas os raios não são os aspectos divinos. Os raios são emanações, os aspectos são a própria divindade. Se não nos esquecermos disso a comparação é bastante útil.

DK diz que os três primeiros raios são raios do aspecto por duas razões: primeiro, eles constituem a soma total da manifestação divina, sendo a expressão do propósito criativo, e a síntese da vida, qualidade e aparência.

Em segundo lugar, eles estão ativos em toda forma, em todo reino, e determinam as características gerais que governam a energia, a qualidade e o reino em questão. Através deles as formas são criadas, e pela sua atividade toda forma é imbuída daquele atributo evolucionário que eventualmente irá alinhá-la com o propósito divino.

Esses três "Aspectos Maiores" podem ser entendidos como a "base" sobre a qual todos os padrões manifestados pelas formas são construídos. E graças a eles, e ao impulso evolutivo que geram, toda vida se desenvolve e eventualmente irá manifestar seu máximo potencial.

Os três primeiros raios representam, portanto, as forças envolvidas na "gênese" de todas as formas. E embora o terceiro raio seja uma representação dessa multiplicidade de formas, suas caracteristicas particulares são melhor definidas pelas forças dos raios seguintes - os raios do atributo.

Os Raios de Atributo

"Os raios de atributo, embora se expressem igualmente em todos os planos e através dos veículos periódicos e dos três aspectos da personalidade, encontram sua expressão principal através de um ou outro dos quatro reinos da natureza" EP I 162

Sobre a "base" oferecida pelos três primeiros raios, cada reino da natureza expressa um dos raios do atributo de forma mais intensa que os demais:

Reino Raio Descrição do Raio
4° reino (humano) Raio 4 Harmonia Através do Conflito
3° reino (animal) Raio 5 Ciência e Conhecimento Concreto
2° reino (vegetal) Raio 6 Devoção e Idealismo
1° reino (mineral) Raio 7 Ordem e Magia Cerimonial

Como exercício, procurem imaginar como essa tônica contribui para o foco de evolução de cada um dos reinos. Vale a pena gastar alguns minutos nisso! Para ajudar no raciocínio, e já que ainda não falamos dos raios individualmente, considerem que a tônica do 7°, 6° e 5° raio se encontram respectivamente no plano físico, emocional e mental.

Djwal Khull oferece uma visão bastante bela da relação entre os raios do aspecto e de atributo:

"Os sete irmãos são todos filhos do mesmo Pai, mas os três mais velhos compartilham da natureza do Pai. Os mais novos se parecem com a Mãe. Os três mais velhos adentram o universo das estrelas, e ali representam o Pai. Os quatro mais novos adentram o universo das estrelas e mostram a natureza daquela que o Pai amou." EP I 351

Os raios do atributo refletem muito do mundo das formas, da natureza. Neste sentido, eles são desdobramentos do terceiro raio. E é interessante notar que enquanto os raios do aspecto personificam a vontade e propósito do Logos encarnado, simbolicamente representando o aspecto egóico desse Logos, os raios do atributo representam o aspecto da personalidade deste Logos. Em "Psicologia Esotérica" DK apresenta outra afirmação que ajuda a compreender essa relação:

"Os raios do aspecto tem ciclos mais longos que os raios do atributo, e sua medida é ocultamente lenta, cumulativa em efeito (…). Os raios do atributo tem ciclos mais breves, e produzem um batimento cardíaco constante e um ritmo regular no sistema solar."

É fácil fixar o conceito fazendo uma analogia com nossos corpos de expressão: a nossa personalidade - corpo físico, astral e mental - apresenta ciclos muito mais curtos (vinculados às nossas progressivas encarnações) do que nosso ego, que permanece coeso por um período muito maior. 

No próximo post dessa série, iremos falar dos raios "abstratos" (também chamados de raios da "linha suave") e dos raios relacionados à forma (raios da "linha dura"). Vamos também passar rapidamente por alguns detalhes de como os raios se manifestam em nosso sistema solar. Com isso, ficará mais fácil (e será mais produtivo) falar dos raios individualmente.

Nos vemos então em mais alguns dias!

E não se esqueçam de curtir nossa página do facebook para receber as atualizações mais facilmente, e de se increver aqui no site!